mayrah1304

LAMÚRIAS E PENÚRIAS ! NEM FLORES !

Lamúrias e Penúrias!!! Nem flores!!!
Sem eira, beira nenhuma,matando a vida no peito, na coragem
A lágrima se deita  com a fome,o dia carrega a sina e a sede
Quem sabe chora no leito ou mesmo esparramado no chão
Sem eira,nem documento, é cidadão sem formação
Irmão gêmeo da penúria, o sinônimo da lamúria
Na ironia do destino seu papel é gravitar no lixão
Como buscar a paz,viajar em alto-astral
se o funesto silêncio encobre a realidade
Filosofa na fantasia de que tudo é destinado
Como pintar um mundo encantado,de magia
Se vive esfomeado em todas as categorias
Talvez a beleza das rosas acalente as almas preciosas
O vivente da penúria,afague suas lamúrias,beije seu coração!
Mas onde estão da vida as flores
Se vidas estão na contra-mão, nos espinhos da solidão!
“A alma do trovador anseia e conspira
em favor da alegria, do amor...Solidariedade ao Cidadão!”
Maria Iraci leal - Porto Alegre-Brasil - 31/10/10

Comentarios2

  • KALITA_007

    Muito bom o seu poema, eu gosto, quero felicitá-la ...
    Beijos e abraços ...

    Kalita

  • mayrah1304

    Obrigado{gracias}Kalita,meu poema fala das condições de pobreza do povo,grande abraço,beijos"MIL"



Para poder comentar y calificar este poema, debes estar registrad@. Regístrate aquí o si ya estás registrad@, logueate aquí.