Rui Pereira

O 432

Irei no 432
Apanha-me junto à escola
18 horas e 45
Estarei na multidão dos miúdos
De mochilas às costas ou no chão,
O único apaixonado
O único com cara de parvo
Á tua procura em todos os carros
Apanha-me
Na paragem
18 horas e 45
Antes que o meu coração pare
Sairei titubeante do autocarro
Olhos já na estrada
Onde estarás por minha causa
Porque me amas.



Para poder comentar y calificar este poema, debes estar registrad@. Regístrate aquí o si ya estás registrad@, logueate aquí.