AQUILES PIMIENTO

TUDO E CARBOM

TUDO E CARBOM

O lapis onde nascem  os ríos

das palabras  é carbom,

A cadeira onde reposa un imberbe escritor

é carbom,

O escritor  si acercase muito ao fogo

Podera ser  carbom,

Os ossos dos amantes

sao carbom,

a cama com cheiros de amor

dor ,suor,

é carbom,

a policia

é carbom… boom boom,

o estudante comprometido

ficara reducido ao fino carbom,

o mais belo diamante

é carbom, fino

mas carbom

a folha onde reposa minha

escritura

é carbom

sou carbom

voce e carbom

ela/ele e carbom…

entao

vou avivar a chama

desta fogata

com meus avÔs

que sao velho carbom

 

Comentarios1

  • PoemasDeLaSu

    Querido amigo poeta, comprazo-me em ler-te, é muito belo,
    Oxalá chegue-te minha admiração a tua original sensibilidade.
    Beijos, mil
    Susana



Para poder comentar y calificar este poema, debes estar [email protected] Regístrate aquí o si ya estás [email protected], logueate aquí.