//www.poemas-del-alma.com/

marco R.

O eu,O outro e o Nada(en portugu├ęs)

Encontro em tua face inexpressiva

A mais nova expressão do meu ser

Em teus lábios,sorriso Monalisa

Anseio mel para beber

 

És uma lágrima,

Num rio que não corre...

Horizonte

De um sonho que não morre

 

És sonho triste de

desfacelado rosto,

Preso em corpo,

A procura de gosto

 

Fujo mas me vejo...

Não me conheço,mas algo

dentro conhece.

Minha lucidez logo ve

e logo esquece!

Vejo tua(minha?)face!

Medo rasga meu ser!

viro e me condeno

A chorar apenas o Ter!